Avaí Kindermann está na semifinal do Campeonato Brasileiro




Garra e determinação foi a tônica desta equipe do Avaí/Kindermann para chegar novamente à Semifinal do Campeonato Brasileiro Feminino – Série A1, com o heroico empate em 1 x 1 contra o Internacional na tarde deste domingo no Estádio Beira-Rio. Agora a equipe vai enfrentar o São Paulo que eliminou o Santos com a vitória por 2 x 0 em Barueri, também neste domingo.

A equipe estava perdendo no segundo tempo quando a zagueira Simeia empatou com gol de cabeça. Depois a equipe soube segurar o resultado e garantir a vaga no placar agregado (4 x 3 ), com a vitória no primeiro jogo na Ressacada por 3 x 2.

O técnico Jorge Barcellos já tinha cantado a pedra após a vitória em Florianópolis, quando disse que seria um jogo muito tático, equilibrado, onde o Avaí/Kindermann precisaria usar de inteligência. E foi assim ao dominar as ações na primeira etapa. E só não abriu o marcar por um lance de azar. Um chute da entrada da área, desviou na zagueira e encobriu a goleira colorada. A bola bateu caprichosamente na trave.

Na etapa final, logo aos 6 minutos, o Inter abriu o marcador, com a atacante Jheniffer. Ela aproveitou um rebote da goleira azurra Letícia e colocou por cima. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar. O árbitro errou ao não marcar uma falta no meio-campo sobre atleta azurra. Deixou o lance progredir e saiu o gol.

Aí veio a força do banco. O técnico Jorge Barcellos acalmou a equipe, que passou a tocar bola. E dominou as ações no meio campo, onde apareceu o futebol de Júlia Bianchi. E foi dos seus pés que iniciou o lance do gol de empate aos 35 minutos. Ela cobrou escandeio da direita, a bola foi até a atacante Lelê, que desviou para dentro da pequena área, onde Simeia só desviou da goleira Yasmim.

O gol de empate era o suficiente, pois a equipe tinha a vantagem após vencer o primeiro jogo em Florianópolis por 3 x 2. Novamente Simeia marca seu gol, como o fez na Ressacada. Sempre presente na área. Símbolo da garra e determinação desta equipe.

A goleira reserva Letícia entrou na decisão, pois Bárbara, capitã e seleção brasileira, testou positivo para Covid. O exame de contraprova deu negativo. Mas o protocolo tirou a atleta do jogo. Letícia mostrou que está preparada e fez um grande jogo. Ao final da partida, Simeia enalteceu a garra e a vontade da equipe. Que mostrou acima de tudo um futebol competente e equilibrado.

A arbitragem no Estádio Beira-Rio foi de Douglas Schwengber da Silva, como assistentes Fabrício Lima Baseggio e Max Augusto Guimarães Vioni. Quarto árbitro Jonathan Benkenstein Pinheiro e analista de campo José Antônio Chaves Franco Filho, todos da Federação Gaúcha de Futebol.

O Avaí jogou com Letícia; Bruna Calderam, Tuani, Simeia e Camila; Zóio, Duda e Julia Bianchi; Pat (Sthephanie), Lelê e Catyellen (Kah). O técnico foi Jorge Barcellos. Na Semifinal vai ter VAR nas duas partidas.



Jogos do Kindermann
Últimos jogos
Classificação do Brasileiro A1
  • PosiçãoClubePts
    142
    233
    333
    429
    528
    627
    727
    824
    924
    1023
    1120
    1214
    1311
    147
    153
    160




  • #VAIKINDERMANN


    Telefone:(49)3561-2199 / Sede: Rua José Bonifácio, nº 1 - Bairro Paraíso - Caçador-SC / E-mail: futebol@kindermann.com.br


    Criação NAVI7
    Skip to content